Godllywood School: uma “escola da vida” para meninas

Conheça o novo projeto exclusivo do Templo de Salomão

Por Taís Gomes

A decoração em tons de rosa e os quartos impecavelmente arrumados lembram a casa dos sonhos de qualquer menina. Porém, o que poderia remeter à fantasia, na verdade, é a inspiração para a realidade. A casa modelo ocupa um andar no Templo de Salomão e tem sido uma “escola da vida” para garotas, ambiente pensando com carinho pela Big Sister responsável do Godllywood no Brasil, Fátima Bassini.

Há aproximadamente 2 meses, um grupo de meninas entre 6 a 14 anos tem deixado as brincadeiras de lado para aprender um pouco mais sobre as responsabilidades da vida adulta, sem perder a inocência da infância. Esse é o principal objetivo do projeto Godllywood School idealizado pela escritora Cristiane Cardoso e administrado por esposas de bispos e pastores da Universal, chamadas carinhosamente pelas jovens alunas de “tias”.

sala

O minicurso acontece uma vez por semana e tem duração de 2 meses, sendo dividido em oito módulos. As aulas são práticas e abordam temas diferentes a cada dia. “Sabe aquela coisa básica que a vó ensina e muitas mães não têm mais tempo para repassar?” Esclarece Méuri Luiza Assis (foto), uma das professoras do projeto.

Da esquerda para direita as professoras e responsáveis da escola: Cintia Cucatto, Meuri Luiza, Cristiane Cardoso e Aline Munhoz.

Da esquerda para direita as professoras e responsáveis da escola: Cintia Cucatto, Meuri Luiza, Cristiane Cardoso e Aline Munhoz.

Aprender a ter bons modos e a ser hospitaleira é o primeiro módulo ensinado. “Muitas meninas sequer sabem receber um convidado em casa. Algumas vezes até se trancam no quarto. Mas nós mostramos pequenos exemplos de como elas podem ajudar os pais, colocando um copo com água na bandeja, oferecendo um café, etc.”

cozinha

Ter disciplina é a base de todas as aulas. Durante o curso, as alunas aprendem também a organizar um guarda-roupa, a se portar à mesa, a condicionar alimentos, cozinhar arroz, preparar salada, a limpar o quarto e a cozinha e têm até aulas básicas de finanças, essencial principalmente para aquelas que fazem “birra” no mercado. “Nós fizemos uma simulação de uma compra em um armazém e demos um valor a menos a elas de propósito, para se conscientizarem sobre os preços. Assim vão entender que os pais trabalham muito para conquistar o que têm”, explica uma das professoras.

Filha prendada e mãe feliz

karina

A preguiça e a falta de interesse por todos esses assuntos impediam a pequena Andrielle Rezende (foto), de 9 anos, de ser mais ativa nos afazeres domésticos. E quem pagava pelo prejuízo era a mãe, Karina Rezende, de 31 anos. “Eu sei que a organização da casa é a minha obrigação, mas a Andrielle sempre se queixava para arrumar a cama ou a mesa.” Como aluna pioneira no projeto, agora a menina tem um comportamento completamente diferente. “Tem sido maravilhoso. Ela tem aprendido a organizar a casa, se comportar à mesa e a ser mais organizada. Eu não esperava ter esse retorno. Estou me surpreendendo a cada dia”, conta Karina.

Novas descobertas

No 5º módulo, as meninas aprendem cuidados com a saúde, que vão muito além de uma conversa sobre alimentação saudável. As professoras tocam no assunto mais curioso da faixa etária: a puberdade. Com uma videoaula feita por uma ginecologista, elas aprendem sobre a primeira menstruação, cólicas, mudanças no corpo, etc. “Para as que ainda não eram ‘mocinhas’, nós ensinamos como usar um absorvente, por exemplo, e elas ficaram impressionadas. Uma menininha de 7 anos contou para a mãe que havia aprendido algo muito legal com um nome ‘bem estranho’ e perguntou se ela também já tinha ouvido falar em ‘menstruação’. É engraçado ouvir o retorno das mães a respeito das descobertas das filhas”.

Base para o futuro

bonecas

Embora um novo mundo esteja se abrindo para esse público jovem, as professoras garantem que o principal foco do Godllywood School é preservar a inocência das alunas. As voluntárias levam para a sala de aula um tema que, para muitas, parece não ser mais tabu: a virgindade. “Muitas pensam que a menina que não é mais virgem é normal. Porém, mostramos que, além de sofrer ao se entregar para vários rapazes, existem outras consequências: uma gravidez precoce e indesejada, o abandono, ser mãe solteira, entre outras desilusões. Um homem que realmente ama não precisa pedir isso como prova de amor.”

Embora cada módulo plante uma pequena semente para o futuro, é no último que as alunas fazem uma reflexão sobre o que pensam para a vida adulta. Temas como “com quem namorar”, “como fazer um bom casamento” e “como ser um jovem virtuosa” vão formar a base para o que desejam construir e ensinar que somente com Deus conseguirão ser jovens bem-sucedidas na vida.

Novas turmas

nova turma

O Godllywood School está com as inscrições abertas para meninas entre 6 a 14 anos, mediante uma contribuição simbólica.

Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail school@godllywood.com ou no site oficial (clique aqui)

Compartilhe este Post

Sobre o Autor: Godlywood Brasil

35 thoughts on “Godllywood School: uma “escola da vida” para meninas

  1. edilene grandini
    11 de outubro de 2015 em 21:47

    Queria fazer esse cursoMais já sou casada e tenho duas filhas mais preciso desse curso

  2. edilene grandini
    11 de outubro de 2015 em 21:47

    Queria fazer esse cursoMais já sou casada e tenho duas filhas mais preciso desse curso

  3. 12 de outubro de 2015 em 11:27

    Este projeto vai ter aqui na Bahia também? Muito legal esta iniciativa , é o nosso Deus cuidando também da nova geração.

    • Godlywood Brasil
      14 de outubro de 2015 em 14:29

      Olá,

      No momento, o projeto é exclusivo no Templo de Salomão.

  4. Marcia Pires
    12 de outubro de 2015 em 13:18

    Esse projeto é fascinante e tenho certeza que essas meninas aprenderam muito mais do que tarefas diárias de como gerenciar uma casa, acima de tudo desenvolveram sua criatividade, se desafiaram e solidificaram a sua fé. Parabéns a todas as formandas.

  5. Giovana
    13 de outubro de 2015 em 21:55

    Eu gostaria de saber como faço pra puder me inscrever neste curso. São pelos desafios do twitter e do facebook?

    • 16 de outubro de 2015 em 12:24

      Olá Giovana. Para você fazer parte é necessário fazer a inscrição no Templo de Salomão, onde é ministrado o curso.

  6. Ana Quéren Santos
    14 de outubro de 2015 em 10:16

    Tem o godllywood nas Catedrais?

    • Godlywood Brasil
      14 de outubro de 2015 em 14:23

      Olá Ana o Godllywood School é exclusivo no Templo de Salomão, mas temos o Godllywood Girls em todas as capitais.

  7. 29 de outubro de 2015 em 15:26

    Aqui em João Pessoa tem esse curso para meninas de 6anos tenho uma filha e gostaria muito que ela fizesse parte

  8. Adriana Oliveira
    7 de novembro de 2015 em 14:44

    Desculpas so fiquei sabendo do curso agora 06/11 quando sera a proxima turma

    • godllywoodbr
      16 de novembro de 2015 em 0:38

      Olá Adriana,
      As inscrições para o Godllywood School estão abertas para o ano de 2016. As aulas começaram no dia 4 de janeiro, período de férias escolares.
      Para maiores informações escreva para school@godllywood.com

    • Godlywood Brasil
      4 de janeiro de 2016 em 14:40

      Olá Ana,
      Sim, esse é um projeto exclusivo do Templo de Salomão, mas em todas as capitais nós temos o trabalho do Godllywood Girls, entre no site e saiba mais http://www.godllywood.com/girls

  9. Isabella Doriguetto Soares
    8 de janeiro de 2016 em 2:00

    poxa eu tenho 16 anos, já passei da idade mas queria ter tido a chance de fazer esse curso, parece bem promissor e ajuda varias meninas a como crescer como uma mulher de Deus. Parabéns pelo trabalho que Deus as abençoe mais 🙂

  10. Melissa Martins Paraizo
    20 de janeiro de 2016 em 12:30

    Eu estou amando participar do rush do goollywood girs esta sendo muito bom para a mim tenho certeza que vou passar, confiando em Deus tudo da certo e éasim com voce.

  11. 3 de março de 2016 em 15:01

    e muito legal participa do godllywood pois nois insina a ajuda nossa mae

  12. 3 de março de 2016 em 15:07

    eu acho muito legal participa do godllywood pois nois ensina a ser melhor em casa e para deus com os nossos pais em amigos

  13. 5 de março de 2016 em 13:08

    Estou muito feliz ! , Estamos na reta final do Rush , estou contando os dias para a formatura !!!!!

  14. 5 de março de 2016 em 21:31

    Eu entrei agora no Godllywood Rush é já estou doida para entrar no grupo Godllywood

  15. raquel
    12 de março de 2016 em 18:37

    O Godllywood é um grande projeto,ajuda muitas meninas como eu,a ser melhor a cada dia que passa.

  16. 7 de abril de 2016 em 8:32

    Parabens muitas meninas ganharam muito ,familias que muitos pais sem estrutura familar desenvolverao!!!

  17. Thais A C silva
    8 de abril de 2016 em 18:35

    Quando ví o vídeo passando no Templo de Salomão fiquei encantada, mal posso esperar pra minha filha de 1 ano chegar na idade pra inscrevê-la.
    Claro que a mãe em casa tem que colaborar e muito para manter o diálogo com a filha para gerar um relacionamento de confiança e ensinar lições para vida toda. Por essas e outras que Eu Sou a Universal!

  18. 19 de abril de 2016 em 13:13

    Muito interessante este projeto, porque esta preparando as meninas para serem uma grande mulheres de Deus , que Deus capacita ainda mais as colaboradoras teste projeto.

  19. Carolina Pacholok Matsukura
    4 de maio de 2016 em 13:10

    Estive assistindo ao video do projeto” godllywoood school” , achei impressinonante, pena que moro no litoral do parana, tenho uma japonesinha loira de 6 anos, , que precisa muito deste curso. Uma grande oportunidade de ser uma pessoa transformada.

  20. 4 de maio de 2016 em 13:13

    estive assistindo ao video do projeto ” godllywood school, ” fiquei imprecionada, um curso para mudar a historia de vida de meninas…., pena que moro no litoral do parana, minha pequena japonesinha loira de 6 anos, precisa muito deste curso.

  21. SANDRA MELO
    12 de maio de 2016 em 11:40

    Gentileza quero matricular minhas Sobrinhas neste Curso de Meninas
    Qual é o procedimento ?

  22. Gisleine Souza
    13 de maio de 2016 em 11:56

    Muito bom saber desses projetos da iurd que só acrescentam em nossas vidas, para crescermos espiritualmente e também como ser humano.

  23. 22 de maio de 2016 em 0:03

    When I read the blog about the Godllywood Brazil it caught my eyes and attention that In Brazil the ages are very different than in New York. Furthermore In New York you have to be ages 14 or older while in Brazil You can be younger from ages 6-14. And have like sisterhood camp to be taught how to be an grown up women.

  24. Juliana de Paula Terra Silva
    29 de junho de 2016 em 14:52

    Achei maravilhoso esse projeto. Seria uma benção se tivesse aqui no Rio de Janeiro também…

  25. aylla
    28 de fevereiro de 2017 em 11:26

    Muito bom saber desses projetos da iurd que só acrescentam em nossas vidas, para crescermos espiritualmente e também como ser humano

  26. Kelly Vânia Maciel
    28 de maio de 2017 em 13:58

    Eu quero muito colocar minha filha, mas ele só tem 5 aninhos faz 6 em novembro. Em janeiro vou embora de SP para Bahia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *